Dança típica brasileira


Dançar é muito mais do que movimentar seu corpo em determinado ritmo. Trata-se de uma forma de expressão. Para algumas pessoas, a dança tem a ver com expor sentimentos que não conseguem ser postos em palavras. Para outras, é uma questão religiosa. Seja qual for a razão, os diferentes tipos de dança Brasileira fazem parte de cada uma das culturas do mundo, enriquecendo-as.

Como surgiu a dança brasileira?

O Brasil é um país de grande diversidade, que abriga diferentes tipos de pessoas e culturas. Por isso, não é de se estranhar que também tenha muita variedade quando o assunto é dança. Além de ser um grande marco cultural, elas fazem parte da história desse país, e são capazes de mostrar que o Brasil é feito da união de diferentes povos e tradições.
Logo, se você quer conhecer o Brasil, precisa saber mais sobre sua cultura. Conheça as danças típicas do Brasil e suas origens ao longo deste artigo.

Dança típica brasileira mais conhecida: Samba

Durante muito tempo, o Samba foi o único contato que os estrangeiros tiveram com as músicas brasileiras. Por isso, o Brasil também é conhecido como o país do samba e também por esse motivo, ele é o primeiro dessa lista.

Por que o samba foi criado?

O samba foi criado pelos escravos brasileiros e só podia ser dançado em dias de festas religiosas de seus senhores, uma vez que eles acreditavam ser um culto aos mesmos santos. Acredita-se que é originado do Jongo, uma dança africana que servia para homenagear as almas de seus antepassados.

samba

A partir de 1940, o samba passou a fazer parte do grupo conhecido de danças típicas brasileiras e hoje é uma das maiores características do Brasil. No Rio de Janeiro localiza-se a Cidade do Samba, que é dedicada exclusivamente ao ritmo.

Existem muitos tipos de samba, dentre eles, os mais conhecidos são os seguintes:

• Samba no pé:

o mais conhecido dentre todos, normalmente é visto no carnaval e pode ser visto no mestre-sala ou na passista.

• Samba de gafieira:

Surgido na década de 40, trata-se de uma dança para casais. É o estilo mais elegante de samba, tocado com saxofones, trompetes e trombones.

• Samba Rock:

Surgido na década de 60 em bailes e salões, conta com uma guitarra em sua composição. É possível reconhecer o ritmo em músicas de Jorge Ben Jor.

• Samba Pagode:

Surgido na década de 70, pode ser dançado sozinho ou a dois. Seus principais intérpretes são Raça Negra e Thiaguinho.

• Samba de Roda:

É o samba tradicional, criado em 1860. Muitas de suas músicas eram a respeito da história dos africanos.

• Samba Reggae:

Dança típica baiana, também é conhecida como Axé Dance. Uns de seus intérpretes mais conhecidos são Daniela Mercury e Olodum.

• Samba de Breque:

Encontrados em músicas de Moreira da Silva, o estilo caiu em desuso por ser um estilo musical falado.

• Samba Funk:

Surgido na década em 60 por Don Salvador, o estilo é uma mistura de samba com funk americano. Um intérprete conhecido do estilo é Tim Maia.

• Samba de balanço:

Surgido na década de 50, tem influência na bossa nova e no jazz.

• Samba de Partido Alto:

Música tocada com pandeiro, violão ou cavaquinho, geralmente tratando da vida cotidiana. Alguns de seus intérpretes conhecidos são: Martinho da Vila, Arlindo Cruz e Zeca Pagodinho.

• Samba Internacional:

Surgido no século XX, tem influências no Maxixe. Suas adaptações foram feitas para que fosse dançado em concursos em todo o mundo.

• Samba de Enredo:

Surgido na década de 30, complementa os desfiles das escolas de samba. Normalmente conta histórias, faz biografias ou narra acontecimentos da literatura.

• Marcha de Carnaval:

Feitas para carnaval, Chiquinha Gonzaga é sua principal intérprete.

• Samba Canção:

Surgido na década de 30, normalmente conta a história de um romance com final trágico. Tem influência no bolero.

Forró

Quando surgiu o forró no brasil?

O Forro surgiu no século XIX, e é uma dança de origem nordestina. A origem de seu nome não é certa, mas a versão mais aceita é que a palavra deriva de “Forrobodó”, que significa arrasta-pé, confusão e farra.

Forró

Essa é a versão mais aceita por conta do contexto em que foi criada: quando foi criada, a pista de dança eram de barro batido, por isso era preciso dançar arrastando os pés para evitar que a poeira subisse. Além disso, a dança é realizada por casais que dançam com os corpos juntos. A partir dos anos 60, o ritmo começou a se espalhar pelo país com as migrações de nordestinos.

Bumba-meu-boi

O que é Bumba meu boi?

A dança folclórica marca tradição e cultura brasileira da região Nordeste. Combinando elementos de sátira, drama e tragédia, a dança busca demonstrar a fragilidade do homem e a força bruta do boi através de interpretação teatral.

Onde surgiu o Bumba meu boi?

A Bumba-meu-boi surgiu no século XVIII em forma de crítica social à situação de negros e índios. Além disso, é uma mistura das culturas europeias, africana e indígena..

Bumba-meu-boi

Na história da lenda, querendo satisfazer o desejo de grávida de sua esposa, o trabalhador da fazenda Pai Chico leva um dos bois do rebanho, sendo ele o favorito do Fazendeiro. Ao notar a ausência de seu boi, o dono manda que seus empregados o procurem e eles o encontram quase morto. Em algumas versões, o animal já está morto quando é encontrado.
Com o auxílio de um pajé ou curandeiro, o boi ressuscita (ou é curado, nas versões em que ainda não está morto). A festa Bumba-meu-boi, que originou a dança, é feita para comemorar esse milagre.

Maracatu

Qual origem do Maracatu?

Típica de Pernambuco, o Maracatu surgiu XVIII e é influenciada pela cultura africana, também ligada ao folclore. Sua criação está ligada às irmandades negras do Rosário, e há forte viés religioso.

Maracatu
Com coreografias que lembram as danças do candomblé, seus dançarinos representam personagens históricos como reis e rainhas. Em algumas versões há também uma mulher que carrega um bastão contendo uma boneca bem enfeitada, que é chamada de A Calunga.
Existem dois tipos de Maracatu: o Maracatu Rural, que também é conhecido como maracatu de baque solto e o Maracatu Nação, que também é conhecido como maracatu de baque virado.

Frevo

O que é o Frevo?

Mais uma dança ligada ao folclore brasileiro, o frevo é típico no carnaval de rua do Brasil, principalmente na região Nordeste do país.

Quando o Frevo foi criado?

Seu surgimento se deu em Recife, no século XIX, em um contexto de rivalidade entre bandas militares e escravos que haviam se tornado livres.
Uma dança agitada, com ritmo acelerado, mistura elementos de outras danças, como polca, maxixe e até capoeira. Seu valor cultural lhe confere um dia de homenagem: dia 09 de fevereiro comemora-se o Dia do Frevo.

Frevo
Existem três tipos de frevo: o Frevo de Rua, que é o mais conhecido e utilizado para as danças, sendo de música apenas instrumental; o Frevo-canção, que é mais lento e o Frevo de bloco, que é cantado e assemelha-se às marchinhas de carnaval.

Baião

O que é o Baião?

Todo o Brasil conhece a música Asa Branca. Ela é a maior representante desse estilo musical nordestino e teve início nas festas populares do interior. Em 1940, o Baião passou a ser conhecido em todo o Brasil através de Luiz Gonzaga e Humberto Teixeira.

Baião
O Baião é nordestino, mas tem influências culturais das modas de viola, música caipira e de danças indígenas.

Carimbó

O que é o Carimbó ?

Também chamado de Pau-de-Corda, a característica mais marcante do Carimbó são as danças giratórias. A palavra Carimbó refere-se a um instrumento indígena chamado de pau que faz som (ou pau oco).
Trazido ao Brasil por africanos, aqui ganhou influências nas culturas indígenas e europeias. Surgiu através dos agricultores e pescadores que dançavam ao som de tambores quando terminavam suas tarefas diárias. Dançado em pares, a dança envolve giros e movimentos que imitam animais.

Carimbó
No dia 26 de Agosto é comemorado no Pará o dia municipal do Carimbó. Existem três tipos diferentes da dança: Carimbó Praieiro, Carimbó Pastoril e Carimbó Rural.

Marambiré

O que é o Marambiré?

O Marambiré é uma dança história. Quando os escravos africanos foram trazidos ao Brasil, foram proibidos de cultuar suas religiões, que continham seus orixás. Para continuarem realizando seus rituais, surgiu a ideia de fingir que as comemorações religiosas eram, na verdade, aos Santos Católicos. Também foi usado para comemorar a abolição da escravidão.

Marambiré
Dessa forma, existem hoje dois tipos diferentes de Marambiré: o Marambiré de Pascoval, que é considerado um ritual religioso e o Marambiré de Santarém, que também é uma dança de salão.

Caninha Verde

O que é o Caninha Verde?

Trazida por volta de 1919 ao Ceará por ibéricos e mantendo traços originais, ela ganhou características únicas para se transformar em algo único do Nordeste brasileiro. Até hoje permanece sendo dançada por pescadores, embora seu surgimento tenha sido relacionado ao carnaval.

Caninha Verde
Sua coreografia é composta por duas rodas, uma de homens e outra de mulheres, que giram em sentidos contrários e trocam de lugar, formando novos pares.

Catira

O que é o Catira?

Conhecida desde os tempos coloniais, a Catira se originou em Goiás, norte de Minas e interior de São Paulo. A dança possui influências nas culturas africana, indígena, espanhola e também portuguesa.

Catira
Seu ritmo é marcado pela batida dos pés e mãos dos dançarinos. Na maioria das vezes, é dançada apenas por homens e pode ser formada de seis a dez dançarinos e dois instrumentistas.

Siriri

O que é o Siriri?

Podendo ser dançada por homens e por mulheres, o Siriri é uma dança típica do Mato Grosso há mais de duzentos anos. Ele é um reflexo da mistura entre as culturas indígena, portuguesa, espanhola e africana.

Siriri
O Siriri contém muitas variações, ou seja, não é uma dança de interpretação definida. Algumas descrições falam que há uma grande roda e que um casal por vez vai dançar no centro, em outras o Siriri é dançado em filas de frente, onde homens e mulheres se enfrentam. O importante na dança é que seja alegre enquanto seus participantes fazem o que é pedido na letra da música, como bater palmas, pés, estalar os dedos, giros, etc. As mulheres devem sempre estar mexendo as saias no ritmo certo enquanto realizam o que é pedido.

Pau-de-Fitas

O que é o Pau-de-fita?

Apesar de sua origem europeia, a dança do pau-de-fitas é muito conhecida e utilizada no Brasil, principalmente na região Sul. A dança do pau-de-fita é animada e considerada folclórica.

Pau-de-Fitas
Sua coreografia é simples, como uma brincadeira. Um pau é posto no meio de uma roda de pessoas, cada uma segurando uma fita atada a ele, e então ao longo da dança o movimento trançado é feito até que seja impossível continuar. Então, a dança toma o sentido oposto para “desfazer” o trançado.

Cururu

O que é o Cururu?

Muito dançada no Mato Grosso, o Cururu é uma dança feita para homens e tem cunho religioso.

Cururu

Normalmente, a dança é mais realizada nos meses de Junho, Julho e Agosto e é composta por cantos de desafios que narram fatos bíblicos sobre o santo que está sendo homenageado, podendo ser dirigida a diversos deles.

Funk

Outra das danças brasileiras que começou a ganhar influência no exterior nos últimos anos é o funk.

Funk é uma dança brasileira?

Com origem em derivação do Soul Music e em outros ritmos americanos associados aos negros, os primeiros bailes funk foram realizados na Zona Sul do Rio de Janeiro (área nobre da cidade), no final da década de 70. Nos anos 2000, quando começou a tomar forma brasileira e ser transformado por completo desde letra e ritmo, começou a ser associado às periferias.
Existem muitas variações de Funk, como o Funk Carioca e o Funk Ostentação. A dança não possui tantas variações, são passinhos e movimentos ritmados, coreografados de forma diferente para cada uma das músicas.

Xaxado

O que é o Xaxado?

Com características de culturas indígenas em sua dança, foi criado no interior de Pernambuco. Existem registros da década 1922, onde era comum nas regiões Sertão e Agreste. Os cangaceiros foram os principais responsáveis por sua divulgação por todo o Brasil, porque o usavam como como grito de guerra ou celebração de vitória.

Xaxado
Inicialmente praticada apenas por homem, hoje as mulheres conseguiram seus espaços e as danças são realizadas em pares, apresentados em filas, que realizam movimentos arrastando os pés. Isso origina o som “xa-xa-xa”, que é responsável pelo nome da dança.

Saber quais são as danças típicas do Brasil é importante, mas apenas um pequeno passo para conhecer a rica cultura desse grande país. Você pode encontrar outros artigos interessantes e informações sobre o Brasil no site da Brasil-Infos.
.


Deixe um comentário